Resenha "Se eu Ficar - Gayle Forman"

Postado por Mirelli Lima 2 de abril de 2011
Sinopse: Aos 17 anos, a musicista Mia é uma adolescente como tantas outras. Tem pais amorosos, uma melhor amiga e um namorado apaixonado. Sua vida, no entanto, não é livre de escolhas dolorosas, como decidir se permanece fiel ao seu primeiro amor – a música –, mesmo que isto signifique perder seu namorado e deixar todos os que ama para trás.
Em uma manhã de fevereiro, Mia sai para um passeio com a família e, em um instante, tudo muda. A última coisa que lembra é estar no carro com seus pais e seu irmão mais novo, Teddy, em uma estrada repleta de neve. De repente, está em pé fora do seu corpo, ao lado dos cadáveres de seu pai e sua mãe, observando ela e o irmão serem atendidos pelos paramédicos.
Enquanto tenta entender se está morta ou não, Mia é levada para um hospital, onde, com seu corpo em estado de coma, reflete sobre seu passado e tenta decidir se vale a pena lutar pela vida. Por meio dos flashbacks e dos pensamentos de Mia, o texto explora a vida da adolescente, sua paixão pela música clássica e sua forte relação com a família, com o namorado, Adam, e com a melhor amiga, Kim. (Fonte: Skoob)

~ ~ ~ ~ ~

“Eu percebo agora que morrer é fácil. Viver é difícil.”

Não tenho muitas palavras para descrever esse livro, acho difícil fazer uma resenha. Por tanto vou apenas comentar o que achei e senti ao ler o livro. Ah! E só li esse livro graças ao grupo Livro Viajante do Skoob.

Se eu Ficar é um livro curto, toda a história narrada no livro acontece em praticamente 24 horas, as 185 páginas são lidas com gana. O fato de a autora deixar para a última folha o desfecho da história faz com que o leitor fique vidrado no livro, boa sacada da autora. Confesso que gostaria que o livro tivesse sido prolongado, fiquei imaginando o que a personagem principal, Mia, ia fazer da vida depois de passar por uma barra tão pesada, acho que fiquei com vontade de saber por ter me apegado tanto à jovem.
Os flashback's que existem ao decorrer do livro sempre contando uma passagem da vida da garota são ótimos. Me afeiçoei com todos os personagens, os avos, os pais, o irmãozinho de Mia, Kim, a melhor amiga e o namorado, Adam.
Me emocionei muito com tudo, com o acidente, com as perdas, com a ligação de Mia com os pais, a relação dela com a música, com o fato de ela não poder fazer nada a respeito... (fica subentendido)
Como eu disse, fiquei meio sem palavras, o livro conta uma história diferente, mas que se assemelha com E Se fosse Verdade, do Marc Levy. É um livro emocionante, leve, que demonstra o quanto as relações familiares são importantes e o quanto uma decisão pode mudar tudo...
Acho que só lendo mesmo para tirar suas conclusões. Esse livro é daqueles que ou você ama ou odeia, não há meio termo. E eu confesso que amei!!!

Esse livro ganhou:
(o primeiro que ganha cinco estrelas esse ano hein? Beijoooos)

12 comentários:

Lucy disse...

Oi, Mirelli! Vi seu coment no meu blog e vim aqui xeretar. rsrs Obrigada por comentar!
Te convido a responder o mesmo meme também! ^^

Adorei o seu blog, estou seguindo ele a partir de hoje.

Já tinha ouvido falar desse livro, mas as resenhas anteriores não me convenceram muito. Eu gostei da sua resenha, você mostrou realmente o que sentiu com a leitura. Fiquei curiosa, mas sempre tenho receios de ler livros que me levam às lágrimas rsrs (embora eu goste).

Bjos bjos!

Lu disse...

ei Mirelli. ^^

a resenha me deixou super curiosa.
Vou procurar esse livro para ler.
Espero gostar, pois o mote me conquistou. ^^

beijos.

Débora Lauton disse...

Nossa Mi, juro que se não fosse pelas cinco estrelas ia passar batido nesse livro... não é daquelas capas que prende atenção e nunca tinha lido nada a respeito...
A história parece fascinante... se tiver a oportunidade, vou ler...

beijos,
Dé...

Cláudia Charão disse...

Oi Mirelli!

Eu comprei esse faz tempo, mas não chega nunca, pelos seus comentários acho que sou do grupo que vai amar.

Abs

Jessica Asato disse...

O primeiro a ganhar 5 estrelas no ano??? OMG, o que você anda lendo Mih???
Falando em Mih, Mia deve ser uma personagem muito bacana, adorei a resenha, o fervor que você usou nas palavras!!
*-*
Eu vou colocar na minha lista de leitura! Apesar de não ter lido "E se fosse verdade..." a história me chamou a atenção! E confio no seu gosto!
Huhuhuhuhuh

Beijos e boa semana!
xoxo

Kellen Baesso de Sousa disse...

Uau, não conhecia o livro. Parece muito bom mesmo. Espero poder ler ele em breve.
Beijos, Mi!

vanessa disse...

Olá (:

Nossa, cinco estrelinhas? Deve ser realmente bom. Mas não acho que leria, não me interessou muito. Mas gostei muito da resenha, muito boa (:

Beijos, Vanessa.
This Adorable Thing

Caline disse...

Oi Mirelli já li vários comentário sobre esse livro, mas até agora a única positiva foi a sua. Como você disse alguns odeiam e você amou.
Não sei se me arrisco a ler ou deixo passar.
De qualquer forma gosto de ir contra a opinião dos outros, parece coisa de menina rebelde mas pode apostar que eu nem passei por essa fase, rsrsrsrs.

Xero.

Lyra disse...

Oi Mirelli,

A primeira vez que leio um post seu, estou começando um blog literário, tem apenas um post. Estou conhecendo vários outros!

Gostei do seu comentário sobre o livro!Foi pessoal e verdadeiro, me deixou mesmo querendo ler o livro!

Entre Fatos & Livros disse...

Parece ser realmente mto bom!
Eu não conhecia o livro, mas fiquei com vontade de ler.

Vi q vc leu Pão de Mel. Sou doida para ler esse livro! *.*

BjoO
Pri
Entre Fatos e Livros

Nathália Risso disse...

Oi Mirelli! Adorei o blog, já estou seguindo! Eu tenho esse livro, mas ainda não tive a oportunidade de começar a leitura! Adorei a resenha, e parece ser muito bom!
Obrigada pela visita e pelo comentário!
Tem post novo no blog, dá uma passada lá!
Beijos, Nath
@brgnat
Books In Wonderland - http://booksinwonderland.blogspot.com

Abbr55 disse...

Eu gostava de saber se a Mia morre no final da história.