Resenha Apátrida - Ana Paula Bergamasco

Postado por Mirelli Lima 6 de janeiro de 2011
"Sim, a guerra é uma injustiça, pois arranca de muitos tudo o que eles têm, sem dar-lhes nada em troca." (pág 99)

Sinopse: Uma pequena vila na Polônia. Uma menina repleta de vida. Um encontro. Vidas Ceifadas. Sonhos Destruídos. Infâncias Roubadas. As recordações da personagem Irena amarram o leitor na História do Século XX. Baseado no estudo dos fatos que marcaram a época, o palco da narrativa é a conturbada Europa pós Primeira Guerra Mundial, culminando com a eclosão da Segunda Grande Guerra e a destruição que ela provocou na vida de milhões de pessoas. A narradora conduz a exposição em primeira pessoa, e remete o leitor a enxergar, através de seus olhos, o cotidiano a que ficou submetida. É um relato humano, sincero e envolvente que revela a passagem da vida infantil feliz da menina, para o tumulto da existência adulta, cheia de contradições. (Fonte: Skoob)

♥ ♥ 

Apátrida me deixou pasma quando lí a última palavra. Um sentimento estranho me percorreu a alma do ínicio ao fim do livro. O fato da história ser narrada em primeira pessoa, me fez ser a própria Irena, a protagonista. Chorei e sorri com ela. Sofri a cada perda, a cada peça que o destino lhe passou... Ainda estou perguntando, como pode? Uma história rica em detalhes e discrições ser tão precisa em um século tão longinquo do ocorrido.
Eu confesso que sou avessa a heroínas sofredoras, mas Irena me cativou, talvez por sofrer tanto, por passar por tantos percalços, mas ainda assim ser uma personagem guerreira, aliás uma mulher, pois para mim Irena existe, não há como ela não ser real.
E a história de amor, que para mim é o ápice do livro, meu Deus...

"Não pense que o meu coração é um barco à vela, que navega de amor em amor de acordo com o vento. Ele é mais fixo que as pirâmides do Egito. Ainda que as areias da vida tentem escondê-lo, ele permanece inabalável. Sei que está passando por muitas dificuldades. Onde está é horrível. Mas é seu dever continuar vivo. Levante-se por mim!"

Eu estou tentando encontrar palavras para descrever o que é Apátrida... mas não consigo defini-lo, os sentimentos estão misturados em meu ser. Uma mulher que após tudo que passou, que amou um judeu, que perdeu entes queridos para a guerra, que chegou no Brasil  reconstruiu sua vida, isso tudo é Apátrida.
Ana Paula Bergamasco, obrigada, por tudo! Por Irena, pelos acontecimentos aleatórios que não me deixou largar nem por um minuto o livro, por ser uma autora brasileira escrevendo sobre o mundo, por nos mostrar que para tudo na vida se tem jeito. Leiam Apátrida!!!!

E não posso deixar de citar que foi minha mãe quem leu o livro primeiro e foi ela que me deixou com minha vontade de ler o livro logo, ela simplesmente amou e até hoje fica falando: "Nossa e Apátrida hein?" e suspira, de emoção... E tem a capa, que maravilha é essa? Gente o dia que o livro chegou na minha casa eu fiquei louca, foi a capa mais linda de um livro nacional que ví nos últimos tempos... Parabéns pelo livro em um todo!!!

 Livro: Apátrida - Ana Paula Bergamasco
 Páginas: 338
 Nota: ♥ ♥ ♥ - Livro Muito Bom

17 comentários:

Mellory Ferraz disse...

Quando Apátrida chegou em casa, corri pra ler! HAHA SÉRIO! É linda a capa mesmo, e a história me deixa suspirando até agora. É um show de lições de vida que levarei para toda a vida.
E a Ana Paula é uma querida! Até aceitou fazer uma entrevista para o meu blog.
Nota 10, e ainda mais por ser nacional AHAHAHA
Beijinhos, adorei sua resenha! xx

Aline Maziero disse...

tbm escrevi resenha deste livro hj!
adoro o jeito de escrever da Ana Paula!
Bjo

Bru disse...

Adorei a resenha, estou com muita vontade de ler

Neny disse...

Eu fiquei com vontade de ler, a capa é mesmo linda. E o que é melhor nacional :D
beijos.

Beli disse...

Esse livro tem uma capa tão linda, q quando o vi pela primeira vez fiquei c vontade de ler! E a história tem um enredo q acho q posso gostar... tds é só elogio c relação a este livro!

bjuuuu

Jessica Asato disse...

Poxa Mih, esse livro realmente mexeu com você e sua resenha está linda demais!!!
Estou com meu Apátrida aqui mas ainda não tive tempo de lê-lo. Na verdade eu fico mudando a ordem da minha lista de leitura e acabei deixando este livro pra depois. Só que com uma resenha dessa, não tem como eu pular!!!
Eu sou fã de personagens heróinas sofridas.. acho que pelo o que elas passaram, qualquer que seja suas fraquezas e derrotas, sempre serão heróinas, por mais que não demonstrem isso!
Amo histórias que se passam na Segunda Guerra, era Hitler, Holocausto e eu SEMPRE fico com um nó no coração...

Beijos flor, ótima resenha!
xoxo

Kellen Baesso disse...

Todo mundo fala tão bem desse livro que estou morta de curiosidade. Quero muito ler!
Beijos

Débora Lauton disse...

Oi Mi... saudades de ti, garota... estive sumida por esses dias... nem tive tempo de ler nada...
Esse livro é lindíssimo, né??
Eu me apaixonei pelo Rurik... chorei baldes...

beijos,
Dé...

ana paula bergamasco disse...

Mirelli, tudo bem?

Gostei muito da resenha! Envie um grande abraço para sua mãe!
EStou feliz pela repercussão positiva do livro.

Abs, Ana Paula

Karina Cristina disse...

Ai q legal, sua mãe tb lê!!! Mt bom isso de ter com quem comentar sobre livro pessoalmente. O livro realmente é emocionante e marcante. E que capa!

Lari disse...

Já tinha ouvido falar desse livro e colocado na minha lista para futuras leituras! agora lendo as suas impressões me dá mais vontade de conferir! me lembrei de quando eu li "a menina que roubava livros" cujo tema é o do Holocausto tbm!

Karoline Garcia disse...

Eu fiquei super comovida com suas palavras ....

Eu adooooro ler , demais, todos os tipos de livro (não é ato que eu curso Direito rsss lê bastante).

Se eu não ganhar no sorteio eu vou comprá-lo ... com ctz adorei a dica ...

Estou comentando de coração (não vou preencher novamente o formulário).

Bjokas Querida
Foi bacana vc dividir isso com a gente
T+
*.*

Aline disse...

Ainda nao li o livro, mas ja vi varios comentarios positivos sobre a historia, pelo visto eh verdade.
Amei a resemha.

Cris disse...

Sou louca pr ler esse livro. adorei a resenha

Luciane Eleotéria disse...

O enredo é lindo e a capa é maravilhosa!

Vih disse...

Confesso que não estava nem um pouco interessada no livro, mas essa resenha fez meu coração saltitar de vontade de ler!

Vitrine de Promoções disse...

Mirelli
Muito emocionante como narras a sinopse de apátrida.
Como sua mãe que leu primeiro te deixou louca para ler o livro agora sou euzinha aqui que quero ler mesmo.

Beijos
Irene Moreira