Para Sempre - Vol. 1 Série Os Imortais - Alyson Noël

Postado por Mirelli Lima 28 de junho de 2010

  • Livro: Para Sempre -Vol. 1 Série Os Imortais

  • Autor: Alyson Noël

  • Editora: Intrinseca

  • Págs: 304

  • Término da leitura em 27 de junho de 2010









SINOPSE:

Ever Bloom tinha uma vida perfeita: era uma garota popular, acabara de se tornar líder de torcida do principal time da escola e morava numa casa maravilhosa, com o pai, a mãe, uma irmãzinha e a cadela Buttercup. Nada no mundo parecia capaz de interferir em sua felicidade, o céu era o limite! Até que um desastre de automóvel transformou tudo em um pesadelo angustiante.
Ever perdeu toda a sua família. Mudou de cidade, de escola, de amigos, e agora, além de todas essas transformações em sua vida, ela precisa aprender a conviver com uma realidade insuportável: após o acidente, ela adquiriu dons especiais. Ever enxerga a aura das outras pessoas, pode ouvir seus pensamentos e, com um simples toque, é capaz de conhecer a vida inteira de alguém. É insuportável. Ela foge do contato humano, esconde-se sob um capuz e não tira dos ouvidos os fones do i-pod, cujo som alto encobre o som das mentes a seu redor.
Até que surge Damen. Tudo parece cessar quando ele se aproxima. Só ele consegue calar as vozes que a perturbam tão intensamente. Ever não entende o porquê disso, mas é incapaz de resistir à paz que ele lhe proporciona, à sensação de, novamente, ser uma pessoa normal. Ela não faz ideia de quem ou o quê Damen realmente é. Sua única certeza é estar cada vez mais envolvida... e apaixonada.


RESENHA DA LEITORA:

“... desde o acidente só me lembro claramente de uma coisa: eu morri.” – pág 15, Ever


Talvez se pudéssemos pedir poderes especiais, ouviríamos coisas do tipo: ouvir pensamentos, ou saber tudo sobre uma pessoa em um toque... Não Ever Bloom, tenha certeza que ela pediria o contrário, pediria o silêncio. Desde que acordou do acidente onde seus pais e sua irmã, Riley faleceram, Ever sofre com as mudanças que ocorreram com ela...

“Antes do acidente, eu nem fazia ideia de coisas assim. E, definitivamente, não era capaz de vê-las. Mas, desde que acordei no hospital, vejo cores por toda parte.” – pág 21, Ever

Além de ficar literalmente sozinha no mundo, ela tem que lidar com os poderes que apareceram do nada, sem nenhuma explicação. As coisas tomam um rumo extremamente diferente do habitual, ela vai morar com sua tia Sabine, irmã gêmea do pai e deixa sua vida de garota popular para trás, agora prefere se esconder debaixo do capuz do moletom a encarar a vida de frente e no colégio faz parte do grupinho dos excluídos. Mas graças à Riley, que mesmo depois de morta aparece para dar uma força, Ever consegue dar seguimento a vida, ainda se sentindo incomodada com seus ‘pequenos poderes’ e culpada pelo acidente.
Em meio ao turbilhão que anda sua vida, Ever se apaixona por Damen, um gato que além do carisma e sedução trazem consigo comportamentos mais que estranhos e a charmosa Drina, uma mulher deslumbrante, que poderá ser uma pedra no sapato de Ever, além de trazer à tona um possível relacionamento antepassado do trio. A partir daí as coisas começam a mudar e Ever se verá em um beco sem saída!

OPINIÃO DA LEITORA:
Demorei à beça até pegar o ritmo do livro, o começo é um pouco paradinho, leia-se chato. Mas, logo consegui me APAIXONAR pelo livro, leia-se Damen. A capa do livro é um ponto fortíssimo, pois chama bastante atenção. O livro é ótimo de ser lido, possui capítulos pequenos, o que eu adoro, pois dá um ar de leveza aos livros.
E tenho que confessar não gostei muito da Ever, de sua personalidade propriamente dita, ela é muito insegura e imatura com relação a Damen. Acho sua irmã, Riley, que só tem doze anos mais madura que ela. Odiei o fato dela tratar Damen de forma “to nem aí pra você”, meu Deus, se o amor deles vem de outras vidas, acho que ela deveria sentir mais segurança e ter mais firmeza a respeito do amor dos dois. Eu sei, ela não se lembra de suas outras encarnações, mas o sentimento deveria estar lá, no coração. Outra coisa que eu odiei, a burra da Ever, achar que o Damen estava com ela por todas as encarnações e por todos os séculos apenas para conseguir fazer sexo com ela, que quando ele conseguisse daria um belo pé na bunda dela. Gente me explica o que passa pela cabeça dessa menina. E a Drina? Essa não passa de uma vilãzinha sem graça.
Falei super mal do povo não? Mas isso tudo não quer dizer que não gostei do livro, gostei sim. Achei a história dos Imortais muito legal. A relação de Riley com a irmã é linda, chorei muito com elas. E quando Ever descobre sobre sua relação com Damen, as coisas melhoram. Não se assustem, podem ler o livro que vocês vão adorar, afinal opinião cada um tem a sua.

- Lua Azul, Vol 02 Série Os Imortais - Editora Intrinseca, lançamento em todo o Brasil em breve.


Ps.: Sexta-feira eu passei por uma livraria e quase dei um treco! O livro Estrela Píer na vitrine da livraria em lugar de super destaque. Eu juro que meu coração bateu mais forte, parei diante a vitrine e comecei a tagarelar com meu marido, o livro da Kamila (como se fosse íntima), mas enfim, achei muito legal e é tão bom saber que a garota está fazendo sucesso, e que é BRASILEIRA, não pude deixar de contar, gente, fico super feliz por ela.

10 comentários:

Ganhe Brindes disse...

Eu amei o livro!!!
Nao vejo a hora de ler o segundo.

Carol disse...

Eu pensei mais ou menos assim, vi 50 mil defeitos no livro, mas mesmo assim gostei e vou ler o segundo. Achei super criativa a autora em fazer um romance sobrenatural diferente do que temos por aí hoje em dia. E realmente, Riley é muito legal haha

Luka disse...

Ever é um pouco chatinha mesmo.
Mas a irmã dela é super engraçada.
Eu curti muito essa leitura.
Beijos
Luka.

Ana Carolina Paul disse...

Hey Mirelli! Obrigada por passar lá no meu blog adorei o comentário :)
Ahn, eu não quero ler essa série mas recebi recentemente o Lua Azul, a continuação :/

xxx
Ana

Juh** disse...

Eu amei esse livro rs...e não achei a Ever chata não, acredito que uma pessoa que perdeu a familia de forma tão estupida, e tem poderes super estranhos possa ser meio desconfiada mesmo kkk
Bjocas!!!

Celsina disse...

Eu comprei esse livro na bienal MG mas ainda estou lutando para conseguir encaixa-lo como proxima leitura, mas a faculdade também não ajuda rsrs
;p
Beijos!!!

Tathy disse...

Mesmo com tantos pontos negativos, eu fiquei com mais vontade ainda de ler, rs

@tathys
www.tathy.com.br

Lucas Geraldo disse...

a sei la, eu acho legal as capas, mas nao me intereso muito pela história! =/
estou te seguindo!
Abraços!

Dominique disse...

Só lendo para saber... rsrsrs! Uns falam bem, outros falam mal, sendo assim, terei que ler.

Muito boa a sua resenha.

Bjjs.

Nanda disse...

Ei Mirelli,

Eu gostei do livro tbm com ressalvas, adorei a Riley e odeio aquela amiga da Ever e tem hora que o Damen é muito nem ai sabe, a menina la tomando altas porradas e ele nem tchun rsrs

Ahh que legal, ainda não tiver o prazer de ver um nacional assim em destaque, exceto Vianco rs

bjoo